Os pacientes renais crônicos, quando submetidos ao tratamento dialítico, podem apresentar alterações físicas e psicológicas que causam a predisposição ao sedentarismo, consequentemente causando outros problemas.

Por isso, a Fenix oferece um programa de fisioterapia durante a diálise que permite melhoras tanto na reabilitação física, quanto em sua qualidade de vida e independência.

Como explica a fisioterapeuta da Fenix Alphaville, Marina Matias Bandeira Teles, o programa de exercícios realizado no período intradialítico, constituído de atividade aeróbica e fortalecimento muscular, traz resultados positivos em relação à força muscular, principalmente de membros inferiores. Além disso, contribui para o controle da pressão arterial, a capacidade funcional, para a função cardíaca, força muscular e, consequentemente, a qualidade de vida.

“Os pacientes comentam que já sentiram melhora nas atividades do dia a dia e conseguem caminhar por maiores distância sem sentir fraqueza nas pernas. A disposição também melhora, bem como a qualidade da diálise, por conta da remoção semanal de fosfato. Muitos tiveram uma redução de até 80% nas cãibras depois de iniciar a fisioterapia”, conta.

Devido aos exercícios aeróbicos com a bicicleta estacionária (cicloergômetro), fortalecimento muscular com halteres e caneleiras e relaxamento/alongamento na bola suíça, os pacientes se tornaram mais independentes, refletindo tanto em sua autoestima quanto na independência para realizar atividades diárias.